O HOMEM DOMESTICADO

Amores proibídos, subversão e crime, são algumas das coisas que pode encontrar no romance de Nuno Gomes Garcia.

Todas as semanas a LeYa e a Smooth FM dão-lhe a conhecer um autor - a vida e a obra de grandes referências da literatura nacional e internacional.

Esta semana conversamos com Nuno Gomes Garcia a propósito do seu novo livro "O Homem Domesticado".
 
Nuno Gomes Garcia nasceu em Matosinhos em 1978. Estudou História e Arqueologia nas Faculdades de Letras do Porto e de Lisboa, centrando-se na História Medieval, do Renascimento e da Expansão Europeia. Arqueólogo durante doze anos, especialista em Arqueologia Urbana, dedica-se actualmente à escrita de ficção e à consulta editorial. A viver em Paris há alguns anos, mantém ainda uma atividade política no seio da Diáspora. Casado com uma cidadã lituana, é pai de dois filhos.
O Dia em Que o Sol Se Apagou, obra finalista do Prémio Leya em 2014, é o seu segundo romance, depois de, em 2012, ter publicado O Soldado Sabino.

Sobre o novo livro "O Homem Domesticado":
Uma história sobre o alcance do poder, numa sociedade em que o amor e a amizade deixam de fazer sentido por consequência do novo regime totalitário. As mulheres tornaram-se donas de si e do mundo e os homens submissos à condição de escravos. Um romance que reflete os problemas da sociedade atual. 

Pode ouvir a entrevista a Nuno Gomes Garcia aqui:


 
OUVIR ENTREVISTA COM NUNO GOMES GARCIA
0:00
0:00

Mais Autores

Passou
Onde Ouvir a Smooth FM
Linha Verde Trânsito Smooth FM