Medina indignado com "alegações falsas" sobre compra de apartamento

AUTOR

Redação

Medina indignado com "alegações falsas" sobre compra de apartamento

today 13 de setembro de 2017

Fernando Medina rejeitou hoje as acusações de compra irregular de um imóvel, na zona das Avenidas Novas em Lisboa. 

O caso está a ser investigado pelo Ministério Público, garantiu a Procuradoria-geral da República (PGR), na sequência de uma denúncia anónima. 

De acordo com o Observador, Fernando Medina não declarou ao Tribunal Constitucional a propriedade de um duplex que adquiriu a 27 de setembro de 2016 por 645 000 euros, informando apenas o pagamento de um sinal de compra de 220 000 euros. 

O autarca explicou hoje aos jornalistas que o processo de compra da casa aconteceu dentro da normalidade e através de uma agência imobiliária. "Tive conhecimento de uma casa que estava à venda no mesmo prédio e no mesmo andar dos meus sogros (...) Fizemos toda a negociação através de uma agência imobiliária. Pagámos acima do preço que essa agência nos solicitou, comprovamos hoje que os preços aos quais adquirimos é superior à média dos preços praticados naquela zona para imóveis equivalentes". 

Sobre a denúncia anónima à PGR, Medina diz-se indignado com o que está a acontecer na campanha eleitoral. 


De acordo com a revista Sábado, a casa pertencia a um membro da família Teixeira Duarte, família que gere a empresa de construção com a qual a Câmara Municipal de Lisboa tem adjudicada a obra do Miradouro de São Pedro de Alcântara. 

Sobre esta relação, Fernando Medina garante que "desconhecia, como aliás desconheço, qual o posicionamento da proprietária na hierarquia da família, as suas relações com o grupo (...) Eu não comprei uma casa à Teixeira Duarte, eu comprei uma casa no prédio dos meus sogros". 

O autarca de Lisboa remete para o site www.medina2017.pt, onde disponibiliza um esclarecimento e documentação sobre este caso. 

Mais Notícias

Passou
Onde Ouvir a Smooth FM
Linha Verde Trânsito Smooth FM