PAULO NOVAIS/LUSA

AUTOR

Redação / Agência Lusa

Comitiva portuguesa satisfeita com receção em Lisboa

today 01 de julho de 2018

O selecionador português de futebol mostrou-se hoje feliz com a receção à equipa equipa portuguesa no regresso a Lisboa, mas admitiu "tristeza" por não ter conseguido dar "mais uma alegria" aos portugueses.

"Sabemos o sentimento que o povo português nutre pela seleção nacional. Estamos muito tristes, porque, além da derrota, queríamos dar ao povo português mais uma alegria. Esta tristeza reinava ontem (sábado) no balneário, com eles (jogadores) a chorarem. Estávamos tristes por nós, mas muito pelo povo português", afirmou Fernando Santos aos jornalistas, no aeroporto de Lisboa.

Cerca de três centenas de pessoas aguardaram pela chegada da seleção portuguesa ao aeroporto de Lisboa, perto das 20h00, um dia depois da derrota com o Uruguai, por 2-1.

Apesar da eliminação da equipa das 'quinas', as pessoas que se deslocaram ao aeroporto dirigiram palavras de incentivo aos jogadores e, assim que as 'barreiras' de segurança foram 'quebradas', procuraram obter uma recordação dos campeões europeus em título.

"É uma emoção ter esta receção. As coisas não correram como queríamos, não pudemos dar ao nosso povo aquilo que eles mereciam e o que todos nós queríamos. É muito gratificante saber que o povo está connosco. Dá força para continuarmos", disse José Fonte.

O central, de 34 anos lamentou a "oportunidade perdida" pela seleção nacional, antes de se mostrar disponível para continuar a "ajudar" Portugal: "Nunca direi que não à minha seleção, ao meu país, ao meu selecionador. Nunca. Se o treinador precisar de mim para vir limpar as botas, eu venho. Estou aqui para ajudar."

Também Bruno Alves agradeceu o apoio que sempre foi dispensado à seleção nacional e assegurou que a seleção portuguesa vai continuar à procura de fazer melhor em futuras competições.

"Acreditámos sempre que poderíamos fazer melhor. Muito obrigado a todos pelo apoio. Desta vez, não tivemos sorte. Foi o melhor jogo que fizemos, mas não conseguimos vencer. Vamos tentar fazer melhor no futuro. Portugal tem qualidade e condições para fazer melhor", disse o central, de 36 anos.

Portugal foi afastado pelo Uruguai nos oitavos de final do campeonato do mundo, depois de perder por 2-1 no sábado, em Sochi, na Rússia.

 

Mais Notícias

Passou
Onde Ouvir a Smooth FM
Linha Verde Trânsito Smooth FM