EPA

AUTOR

Redação

EUA: Tempestade Ulmer causa destruição

today 15 de março de 2019

Depois de passar pelos estados do Iowa e do Nebraska na quinta-feira, o ciclone Ulmer segue rumo a Este e depois para Norte, em direção ao Canadá. A CNN avança que cerca de 105 milhões de pessoas estão sujeitas a algum tipo de aviso de perigo. 

Continua a existir o risco de intensas tempestades, inundações repentinas, nevoeiro intenso e tornados, à medida que o ciclone se desloca através do centro do país. 

Nos estados do Arkansas, Mississippi e Tennessee foram emitidos alertas de tornado. Já no Novo México e no Texas foram sentidos ventos de 160 km/h.

 

Iowa debaixo de água


O Governador do estado do Iowa, Kim Reynolds, emitiu uma declaração de calamidade, já que a situação se tornou incomportável ao ponto de socorristas destacados para o efeito estarem com grandes dificuldades em resgatar as pessoas de inundações, previstas desde quarta-feira.

Todos os residentes de Hornick foram forçados a abandonar as suas habitações devido às fortes inundações que se fizeram sentir em todo o Estado.

 


As cheias de riachos e outros cursos de água foram, a par das chuvas, as grandes causadoras das inundações. 

 

Ventos fortes e tornados no Kentucky


Um tornado e ventos de intensidade semelhante à de um furacão danificaram vários celeiros e autocaravanas, tendo algumas ficado completamente destruídas, avança a CNN. 

 

Mais de um metro de neve no Colorado


O estado que mais sofreu, e durante um maior período de tempo, foi o Colorado, conforme já noticiado ontem


Em várias cidades do estado norte-americano a tempestade causou apagões, e a neve acumulou-se em mais de um metro de altura. 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Soren leaving to rescue me at the Pilot Station

Uma publicação partilhada por Bill Cooley (@cooleybill) a

 


De acordo com a CNN cerca de 175 mil pessoas no Colorado e no Texas ficaram sem energia. 


Também os serviços foram afetados, várias escolas por todo o estado foram forçadas a fechar durante os dias de quarta e quinta-feira, e o aeroporto encerrou todas as pistas por não existir visibilidade suficiente para manobrar os aviões. 


A Guarda Nacional do Colorado anunciou o resgate bem sucedido de 93 pessoas nas estradas e pediu que os residentes se mantivessem resguardados em casa. 
 

Notícias Relacionadas

Mais Notícias