MUSEUS / EXPOSIÇÕES / MONUMENTOS

MUSEUS / EXPOSIÇÕES / MONUMENTOS

HORTAS DE LISBOA
É interessante ver a forma como as hortas se transformaram ao longo dos tempos. Da reflexão de três ideias - soberania, segurança e sustentabilidade alimentar das cidades - nasceu a exposição "Hortas de Lisboa. Da Idade Média ao século XXI", que o Museu de Lisboa vai inaugurar a 22 de outubro.
Uma viagem até à época medieval para descobrir hortas no coração da cidade (como a Praça da Figueira, Rossio, Martim Moniz) mas também uma perspectiva do futuro através das mais recentes técnicas para construir e manter uma horta urbana, resiliente e sustentável.
A forma como a prática hortícola se foi apropriando de espaços públicos e os desafios que se colocam ao abastecimento alimentar das grandes cidades são alguns dos  temas abordados nesta mostra.
Para ver a partir de 23 de outubro até 19 setembro de 2021 no Museu de Lisboa.

EXPOSIÇÃO HISTÓRIAS DESENHADAS
Filho do célebre artista Rafael Bordalo Pinheiro, Manuel Gustavo Bordalo Pinheiro foi desenhador humorista, ilustrador e ceramista e como forma de assinalar os 100 anos da sua morte, o Museu Bordalo Pinheiro inaugurou a exposição "Manuel Gustavo Bordalo Pinheiro | Histórias Desenhadas", que evoca o trabalho e obra do artista.
Para ver até 28 de fevereiro de 2021 no Museu Bordalo Pinheiro.

EXPOSIÇÃO BORDALLO PINHEIRO E JOANA VASCONCELO
É uma exposição solidária que pode ver no Porto. Chama-se "Árvore Solidária" e é um projecto da Antarte que foi criado e apadrinhado pelo Nobel da Paz, José Ramos-Horta, para ajudar a decorar algumas das salas do Centro Materno-Infantil do Hospital de Santo António. 
São 15 cabides-árvore que foram decorados por 15 nomes das mais variadas artes, como Bordallo Pinheiro, Chakall, Joana Vasconcelos, Katty Xiomara, entre muitos outros.
Após o encerramento da exposição, a Antarte vai realizar um leilão com estes cabides-árvore, cujo valor reverterá na totalidade para o Centro Materno-Infantil do Hospital de Santo António.  Pode ver esta exposição na Alfândega do Porto, até 31 de Outubro, com entrada livre.

DUAS NOVAS EXPOSIÇÕES DE CHAPÉUS E SAPATOS
Já inaugurou no Museu da Chapelaria a exposição temporária, “Um Toque de Elegância”, de Donna Hartley Millinery.
A marca Donna Hartley Millinery surgiu em maio de 2015, da amizade entre uma designer de chapéus e uma artista plástica. À perícia de Donna Hartley pelo desenho e fabrico tradicional de chapéus e toucados, associou-se a exuberância criativa e o olhar artístico de Joanne Jones. 
Dos chapéus passamos para os sapatos de Silvia Fadó que estaõ expostos com o nome de “Arte e Tecnologia”. Os sapatos de Silvia Fadó evocam "arquitetura, engenharia, iluminação e design inteligente e funcional", num cruzamento entre fabrico manual tradicional, ergonomia e estética futurista.
Pode ver estas duas exposições no Museu da Chapelaria, que fica em São João da Madeira, até 2 de maio de 2021.

EXPOSIÇÃO ARQUEOLOGIA
Há uma nova exposição para ver em Lisboa que ilustra como a partir de cerâmicas, ossos, pedrinhas, argamassas e areias recolhidas durante uma intervenção, a arqueologia consegue contribuir para o conhecimento da história da cidade.
"Arqueologia da Rua da Saudade. Um templo romano na cidade" é o nome desta exposição. 
Os resultados da intervenção arqueológica realizada em 2019 num edifício da Rua da Saudade permitem aos arqueólogos pensar que existe um templo romano e reconstituir a história de como seria.
Pode ver esta exposição entre 16 de outubro e 28 de fevereiro de 2021.
 

EXPOSIÇÃO VHILS
O artista português Vhils vai ter uma exposição em Paris.
Entre 13 de outubro e 23 de dezembro, vai ser possível ver cerca de 30 obras como instalações luminosas e outras experiências que refletem o trabalho de Vhils durante o confinamento.

EXPOSIÇÃO - O ELOGIO DA MELANCOLIA
Até 30 de novembro pode ver no Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado, em Lisboa a arte de António Faria.
A exposição "O elogio da Melancolia", apresenta uma série de trabalhos recentes do pintor.
Nestas paisagens, em que o artista explora a melancolia e a sensação de espaço fechado, usando a Natureza para a representar de modo puramente emocional, a floresta invade-nos e o espaço da obra confunde-se, assim, com o da nossa imaginação.

Exposição - Centro Português de Serigrafia
 O Tempo das Imagens III, é o nome da exposição que pode visitar na Biblioteca Nacional de Portugal.
É a forma de assinalar os 35 anos de actividade do CPS - Centro Português de Serigrafia que contribuiu de forma pioneira para a democratização da arte em Portugal.
Ao todo são 99 obras de serigrafia, gravura, litografia, fotografia ou impressão digital, de 77 artistas e alguns nomes bem conhecidos do público português, como Júlio Pomar,  Mário Cesariny,  Cruzeiro Seixas, entre muitos outros. 
Pode ver a exposição "O Tempo das Imagens III" na Biblioteca Nacional de Portugal, no Campo Grande em Lisboa, até 31 de dezembro. A entrada é gratuita.

EXPOSIÇÃO ESCULTURAS GULBENKIAN
Esculturas Infinitas é o nome da exposição qie pode ver na Gulbenkian.Reúne esculturas de artistas contemporâneos e obras da coleção de gessos da Faculdade de Belas-Artes de Lisboa, analisando a importância da técnica da moldagem nas práticas artísticas atuais e explorando as suas infinitas possibilidades.
Para ver na Galeria Principal da Fundação calouste Gulbenkian até 25 de janeiro de 2021.

WORLD OF DISCOVERIES 
Uma sugestão para fazer em família no Porto. World of Discoveries é um Museu Interativo e Parque Temático que reconstrói a fantástica odisseia dos navegadores portugueses, que cruzaram oceanos à descoberta de um mundo desconhecido.

EXPOSIÇÃO CCB 
 "O Mar É a Nossa Terra - A construção sensível da linha de costa" é o nome da exposição que pode ver no CCB, em Lisboa, até 17 de janeiro, de terça a domingo. 
Cartografa e apresenta as contradições que existem entre a terra e o mar, sob a perspetiva da arquitetura, do ordenamento do território e da construção da paisagem. 

CENTRO INTERPRETATIVO DA HISTÓRIA DO BACALHAU 
Lisboa tem um novo espaço para descobrir um dos pratos favoritos dos portugueses. Abriu no final de julho o Centro Interpretativo da História do Bacalhau, que fica no Torreão Norte do Terreiro do Paço.
É lá que pode ficar a conhecer uma das mais épicas histórias de Portugal – a descoberta da Terra Nova e a aventura nos mares gelados pela pesca do bacalhau, homenageando um símbolo da gastronomia portuguesa, da cultura popular e da identidade nacional.
O espaço inclui zona de corte e venda de bacalhau, zona de estar com livraria e zona de degustação de petiscos.

EXPOSIÇÃO IMPRESSIVE MONET
A exposição “Impressive Monet & Brilliant Klimt” que está patente na Alfândega do Porto, é dedicada à obra de dois génios da pintura”.
Na realidade são duas mostras, “unidas no conceito, divididas por parcelas”.
A ‘Impressive Monet’ é “dedicada a versar o mundo do artista parisiense e a sua órbita na esfera do impressionismo” e ‘Brilliant Klimt’ “traça o percurso pelos aspetos biográficos e pelo legado artístico do artista austríaco”.

CENTRAL TEJO 
Conheça a fábrica que iluminou Lisboa — a Central Tejo — e fique a saber mais sobre os fenómenos da energia e os desafios ambientais na visita interativa à Central Tejo
Construída em 1908, a Central Tejo foi uma central termoelétrica, propriedade das Companhias Reunidas de Gás e Eletricidade, que forneceu energia elétrica a toda a região de Lisboa. Operou de 1909 a 1954 e manteve-se em funcionamento limitado até à década de 1970. No seu auge, tinha 15 caldeiras e 5 geradores em funcionamento.
Fica à beira do rio e pode ser um bom passeio em família.

Exposição de Yoko Ono
 "O Jardim da Aprendizagem da Liberdade", é uma exposição de Yoko Ono que pode ver no Museu de Serralves.
Com um total de 297 peças, vão estar expostos trabalhos como o livro de instruções e desenhos de Yoko Ono "Grapefruit", no qual a artista mostra como é que o público pode fazer as obras em casa. A "Maçã" é outra das peças icónicas da artista, assim como "Ex IT".
Haverá também performances e exibição de filmes, alguns deles realizados em parceria com John Lennon
Pode ver a exposição de Yoko Ono em Serralves até 15 de novembro.

PORTO LEGENDS - THE UNDERGROUND EXPERIENCE 
O piso inferior da Alfândega do Porto é palco do espetáculo de video mapping sobre as lendas e histórias da cidade. “Porto Legends – The Underground Experiência” já foi visto por cerca de 20 mil pessoas. 
É um espetáculo audiovisual único a nível mundial, que pretende promover junto do público uma experiência imersiva subterrânea, tendo como mote a cidade do Porto, as suas lendas e mistérios. 
Para além da projeção de vídeo mapping nas paredes, no chão, e nos tetos do espaço, este espetáculo utiliza pela primeira vez em Portugal um conjunto de 20 telas holográficas para que o vídeo projetado ganhe uma dimensão fantasmagórica. É uma experiência de 360 graus, inédita a nível mundial para ver até 15 de novembro. 
Foram adotadas várias medidas de segurança e definidos novos horários para ver “Porto Legends - The Underground Experience”
 

EXPOSIÇÃO ONLINE CARICATURAS DE JOSÉ SARAMAGO 
Uma exposição para ver sem sair de casa. São 40 obras de artistas de diferentes países com caricaturas de José Saramago para ver durante este mês de junho no site da Art Spot, a galeria criada pelo Alameda Shop & Spot, no Porto. A mostra evoca o Prémio Nobel da Literatura através do lápis do humor, associando o poder da literatura ao poder do riso.
 
PROGRAMAÇÃO MAAT 
O Museu de Arte, Arquitectura e Tecnologia, mais conhecido por MAAT, reabriu a 10 de Junho, com uma nova programação. Para o visitar deve cumprir as regras de segurança obrigatórias, como o uso de máscara e a higienização das mãos à entrada de cada edifício e cumprir o distanciamento social.
Pode ver, por exemplo, a exposição dos arquitetos Florian Idenburg e Jing Liu do estúdio SO – IL, que desenharam um “conjunto de 15 unidades de armazenamento de arte móveis e reconfiguráveis que se encontram espalhadas pelo espaço”. O MAAT está a funcionar no horário habitual, entre as 11 e as 19 horas.

EXPOSIÇÃO DE MÁSCARAS
Cinco museus portugueses uniram-se para criar a exposição digital "Um Mundo de Máscaras" que inaugurou a 18 de maio (Dia Internacional dos Museus).
Mais de 30 máscaras de diferentes culturas, que vão estar divididas em três categorias: máscaras de proteção, de tradição e rituais,  e que pertencem aos cinco museus. 
Um projecto do Museu da Farmácia, que tem como parceiros o Museu da Marioneta, o Museu do Oriente, o Museu Nacional de Etnologia e o Museu da Ciência da Universidade de Coimbra, e que vai estar disponível AQUI.

MUSEUS DO VATICANO
Se gostava de conhecer melhor os museus do Vaticano mas ainda não teve oportunidade, tem agora, sem sair de casa. É que os Museus do Vaticano também  aderiram às visitas virtuais e é agora possível visitar estes que foram considerados dos museus mais importantes do mundo, através  de tecnologia de realidade virtual, pode ainda experienciar os museus de forma mais emersiva. Basta procurar por museus vaticano tour virtual. 
Também o Louvre, em Paris, decidiu continuar – ainda que à distância – a enriquecer culturalmente com visitas virtuais. Escreva louvre.fr e boas visitas!

VISITA VIRTUAL PORTUGAL
E que tal passear pelo nosso país mas sem sair de casa? É o que pode fazer com Portugal em 360º, uma plataforma de visitas virtuais e vídeos, com sugestões culturais que pode escolher por tema, por região ou distrito. Um programa giro para fazer com os mais novos e mostrar-lhes por exemplo os nossos castelos e património.

VISITAS VIRTUAIS - Visitar museus sem sair de casa, é uma sugestão que fez e vai continuar a fazer sentido nos próximos tempos. Por isso falamos do que é nacional.

Museu Nacional de Arte Antiga
É  museu português com mais tesouros nacionais e obras de referência. Pode ver e conhecer pintura, escultura, desenho, ourivesaria, mobília, artes decorativas europeias, arte asiática e africana. Para quem não sabe, o acervo do Museu Nacional de Arte Antiga tem cerca de 40 mil items dos séculos XII a XIX, onde se destacam, por exemplo, os Painéis de São Vicente, de Nuno Gonçalves.

Museu de Arte Contemporânea do Chiado
O Museu de Arte Contemporânea do Chiado fica no convento de São Francisco da Cidade. Pode ver tem uma exposição permanente que atravessa a história da arte em Portugal, uma viagem desde 1850 até à actualidade. 

Palácio Nacional da Ajuda
O Palácio Nacional da Ajuda é monumento nacional desde 1910, destaca-se como a antiga habitação real e museu de artes decorativas, e também enquanto sede de outras instituições portuguesas ligadas à cultura e palco de cerimónias protocolares. 
Pode ver duas exposições online: A primeira chama-se "Da adversidade nasceu um palácio", e conta a história do Palácio, e a segunda "vidros dignos de uma rainha", que mostra a coleção de vidros de Murano da Casa Real Portuguesa, a grande maioria adquiridas por D. Luís e Dona Maria Pia de Sabóia. 

Museu Nacional dos Coches
O Museu Nacional dos Coches tem uma colecção única no mundo e tem mais espaço desde que em 2015 passou para um novo edifício na Avenida da Índia, a poucos metros do antigo Picadeiro Real, a sua primeira morada. Lá pode ver viaturas de gala e de passeio dos Séculos XVI a XIX, a evolução dos coches ao longo da história e muitas outras curiosidades.

Museu Nacional de Etnologia
O Museu Nacional de Etnologia fica no Restelo, por cima do estádio d’Os Belenenses, e inclui uma exposição permanente com sete núcleos temáticos. são mais de 42 mil peças representativas de 80 países dos 5 continentes.

Panteão Nacional
Começou por ser a Igreja de Santa Engrácia, um templo mandado construir em 1568 pela infanta D. Maria, filha do rei D. Manuel I, antes de ser a morada final de ilustres portugueses. As obras demoraram séculos a ficar concluídas e foi só nos anos 1960 que a cúpula assumiu a forma que hoje conhecemos, uma obra a cargo do engenheiro Edgar Cardoso, também responsável pela construção da Ponte da Arrábida,no Porto. O Panteão acabou por ser inaugurado em Agosto de 1966 e homenageia algumas das mais importantes personalidades da história e cultura portuguesa de todos os tempos, os Presidentes Manuel de Arriaga, Teófilo Braga, Sidónio Pais e Óscar Carmona, os escritores Almeida Garrett, Aquilino Ribeiro, Guerra Junqueiro e João de Deus, a artista Amália Rodrigues e o marechal Humberto Delgado.

Museu Colecção Berardo
Quando não podemos ir até aos sítios fisicamente, podemos ir de forma virtual. Por isso falamos dos museus e monumentos nacionais que têm tanto para oferecer.
O Museu Coleção Berardo apresenta os movimentos artísticos mais significativos do século XX até à actualidade. Neste museu é possível encontrar obras de artistas dos mais diversos contextos culturais e variadas expressões que construíram a história da arte do último século. 

Museu Nacional do Azulejo
O Museu Nacional do Azulejo está alojado no antigo Convento da Madre de Deus fundado em 1509 pela rainha Leonor. A sua colecção apresenta a história dos azulejos em Portugal, a partir da segunda metade do século XV e prova que o azulejo continua a ser uma expressão viva e identitária da cultura portuguesa.
Museu Nacional do Traje
O Museu Nacional do Traje foi criado em 1976 e reúne uma coleção de indumentária histórica e acessórios de traje, desde o séc. XVIII à actualidade, apresentados ao público através da exposição permanente e das exposições temporárias. O Museu do Traje está instalado no Palácio Angeja-Palmela e tem mesmo ao seu lado o Parque Botânico do Monteiro-mor, fica no Lumiar.

Museu de São Roque
O Museu de São Roque abriu ao público pela primeira vez em 1905, ao lado da Igreja de São Roque no Chiado, fundada na segunda metade do século XVI, foi a primeira a fazer parte da Companhia de Jesus no nosso país. O seu interior mostra uma grande e rica variedade de obras de arte como azulejos, pinturas, esculturas, mármores incrustados, talha dourada, relicários – todos pertencentes à Santa Casa da Misericórdia de Lisboa. 

Museu Nacional de Arqueologia
O Museu Nacional de Arqueologia foi fundado em 1893 pelo Doutor José Leite de Vasconcelos, o seu acervo, alojado no Mosteiro dos Jerónimos, reúne as suas colecções iniciais, bem como as de Estácio da Veiga. A estas somaram-se muitas outras, casos das colecções de arqueologia da antiga Casa Real Portuguesa, ou das colecções de arqueologia do antigo Museu de Belas Artes. 

Museu Nacional da Música
De nome completo Museu Nacional da Música, abriu ao público em 1994 na estação de metro do Alto dos Moinhos. É onde acontecem recitais, conferências, visitas educativas ou exposições temporárias que dão a conhecer o património musicológico, fonográfico e organológico português, num dos mais ricos acervos instrumentais da Europa. Está prevista a sua mudança para o Palácio Nacional de Mafra.
 
Torre de Belém
Considerado um dos monumentos mais expressivos da cidade de Lisboa, a Torre de Belém começou por ser uma estrutura de defesa da barra do Tejo e é, actualmente, um ícone da arquitectura do reinado de D. Manuel I. Classificada em 1983, como Património Mundial pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), foi eleita em 2007, uma das Sete Maravilhas de Portugal. 

Palácio Nacional de Queluz
Localizado entre Lisboa e Sintra, o Palácio Nacional de Queluz é um dos exemplos mais notáveis da arquitetura rococó e neoclássica da segunda metade do século XVIII em Portugal. Mandado construir em 1747 pelo futuro D. Pedro III, casado com a rainha D. Maria I, foi inicialmente concebido como residência de verão, tornando-se espaço privilegiado de lazer e entretenimento da família real, que o habitou em permanência de 1794 até à partida para o Brasil, em 1807, na sequência das invasões francesas.

Convento de Cristo
Convento de Cristo é o nome pelo qual é geralmente conhecido o conjunto monumental constituído pelo Castelo Templário de Tomar, o convento da Ordem de Cristo da época do Renascimento, a cerca conventual, hoje conhecida por Mata dos Sete Montes, a Ermida da Imaculada Conceição e o aqueduto conventual, também conhecido por Aqueduto dos Pegões. 
Na visita online pode ver a exposição virtual que conta a história dos sete séculos da construção do Convento.

Mosteiro da Batalha
O Mosteiro da Batalha é o mais importante edifício gótico português, destacando-se consideravelmente também a nível ibérico e europeu. É ainda o berço da arquitetura manuelina. O mosteiro foi primeiramente classificado como Monumento Nacional em 1907 e em 1910, e como Património Mundial da Humanidade, pela UNESCO, em 1983. Tem disponiveis 3 exposições virtuais.

Mosteiro de Alcobaça
O Mosteiro de Alcobaça é a primeira obra plenamente gótica erguida em solo português. Para além de ter sido classificado como Património da humanidade pela UNESCO e como Monumento Nacional, o Mosteiro de Alcobaça é também considerado umas das 7 maravilhas de Portugal. Apresenta um estilo Gótico, Manuelino, Maneirismo e  Barroco. Este mosteiro tem 21 divisões, desde a sala dos monges, biblioteca, panteão real e muito mais. Veja a exposição "Até que a morte nos separe" que conta a lendária hisória de amor de Inês de Castro e D. Pedro I.

Museu Calouste Gulbenkian
Considerado um dos melhores museus de Portugal, o Museu Calouste Gulbenkian, através das suas duas coleções, transporta-o desde o Antigo Egito até aos dias de hoje. A Coleção do Fundador e a Coleção Moderna têm apresentações distintas, mas comunicam entre si através de exposições temporárias e de projetos artísticos. A sua programação estabelece diálogos através do tempo, entre diferentes formas de arte e objetos, e entre Oriente e Ocidente.
A Coleção do Fundador, reunida em vida por Calouste Sarkis Gulbenkian, é considerada uma das melhores coleções particulares de arte do mundo, acolhendo mais de seis mil obras, da Antiguidade ao início do século XX. A Coleção Moderna, uma das mais completas coleções de arte moderna e contemporânea portuguesa, integra mais de dez mil obras, desde o final do século XIX até aos nossos dias.

NewsMuseum
Visitar o News Museum é fazer uma viagem pela história da comunicação social e pelos grandes acontecimentos que marcaram a humanidade nos últimos 100 anos. É guiada por Luís Paixão Martins, o próprio fundador deste museu que vai dando dicas para uma melhor experiência virtual.

Sugestões Culturais

Envie as suas sugestões culturais para o email: feedbacksmootfm@mcr.iol.pt ou preenchendo o formulário

Mais Destaques

Frequências
PortoZona CentroRibatejoLisboa
89.592.897.796.6 | 103.0
Onde Ouvir a Smooth FM
Linha Verde Trânsito Smooth FM