A Smooth FM

Se há coisa na vida que não me dá qualquer sentimento contraditório ou emoções duvidosas é esta rádio. É tão raro algum assunto ser assim tão consensual no meu coração e na minha cabeça!

Esta crónica foi-me pedida pela nossa querida Produtora, Tânia Carvalho: «Dora, por favor escreve umas linhas sobre a Smooth FM para publicarmos na semana do aniversário». Lembrei-me logo de um amigo que toca guitarra e que a coisa que mais o irrita é quando alguém o vê  de viola na mão e lhe diz «Oh João, toca aí uma…», como se as coisas que são pura inspiração fossem fruto de um único gesto, como carregar no botão e já está! Mas não pense que fiquei irritada com a Tânia. Se a conhecesse saberia que é absolutamente impossível alguém ficar irritado com a Tânia. É das melhores pessoas que há na Terra, de uma simplicidade, honestidade e profissionalismo como há poucos. A espinha dorsal da Smooth FM, onde tudo se agrega há 9 anos.

Acedi na hora ao pedido, achei que fazia todo o sentido escrever sobre a Smooth agora já que é o mês em que se assinalam os seus 9 anos de vida. Mas percebi que iria ter dificuldade em inserir os pensamentos sobre a Smooth na rubrica «Mixed Feelings» porque se há coisa na vida que não me dá qualquer sentimento contraditório ou emoções duvidosas é esta rádio. É tão raro algum assunto ser assim tão consensual no meu coração e na minha cabeça! Como se explica isso?  É fácil! Como o próprio nome indica, esta rádio é suave e tranquila; ouve-se da mesma maneira, com afeto e quietude; e faz-se também com ternura e serenidade. Esses sentimentos são também transversais à equipa que dá a cara, ou melhor, a voz…e eu arriscaria dizer a toda a equipa mesmo, até aqueles que estão na retaguarda mas que são indispensáveis. 

Não fez parte dos requisitos do casting, quando a direção recrutou os elementos que iriam fazer parte da equipa, serem pessoas smooth, suaves…mas a realidade é que são!  

Não vou falar sobre mim (o que seria!!!), mas posso garantir-vos que a Sofia Morais é a locutora mais amena e delicada que conheço e que o Gonçalo Camara é o animador mais polido e agradável que há na MCR...tudo adjetivos que encaixam na perfeição na Smooth FM! 

O diretor, Miguel Cruz, é um mestre em sabedoria e paciência. Dirige como ninguém tudo e todos, captando o melhor de cada um.

As vozes oficiais da estação (vozes que pode ouvir nos jingles e spots que aparecem entre músicas), são garantidas por dois grandes nomes da locução em Portugal (já protagonizaram a voz de grandes marcas nacionais), e que por isso transmitem segurança e quietude: Teresa Fernandes e João Vaz.

O programador musical, responsável pela harmonização das músicas que fazem o ADN da estação, é ele próprio a pessoa mais pacífica de que há registo – Francisco Gil.

Até a brand manager (que assegura que a marca «Smooth» é bem tratada por todos), Sónia Monteiro, conhecida pela sua rapidez nas respostas e concretização de assuntos, vê o seu modo de agir justificado pela palavra “eficiência” em vez de “stress”! 

Os sonoplastas (responsáveis por todos os sons que acompanham a emissão como os jingles e indicativos), por fazerem trabalho noutras rádios, quando se trata da Smooth respiram fundo, abrandam o ritmo acelerado e vestem completamente a camisola. São eles o Nuno Cacheira e o João Alves.

Serem pessoas tranquilas podia ter sido, de facto, um critério para constituir esta equipa. Não foi. Mas é como se tivesse sido!

Agora que já ficou a conhecer melhor a equipa da Smooth, só falta falar-lhe do que é mesmo o código genético desta rádio, o que dá mesmo maior consistência à sua identidade, o que lhe confere aquele ambiente calmo e tranquilo que muitos procuram no seu dia-a-dia e que encontram aqui facilmente: a música. No entanto sobre esta não vou dizer nada. Vou antes convidá-lo a si, a ouvir com os seus próprios sentidos…na app, no site, no auto-rádio. Sei que vai gostar! Deixo aqui um “cheirinho” da Smooth fm com este Just The Way you Are – Harry Connick Jr.

Dora Isabel

Mais