19 fevereiro 2021
16:28
Pedro Andrade

Covid-19: Duas mulheres disfarçam-se de idosas para tentarem ser vacinadas

Associated Press
O caso aconteceu no estado norte-americano da Florida. As duas mulheres, de 34 e 44 anos, foram apanhadas, mas já tinham recebido a primeira dose da vacina.

Hoje em dia, há quem faça (quase) tudo para garantir que é vacinado contra a Covid-19. No estado norte-americano da Florida, duas mulheres disfarçaram-se de idosas para tentar receber a segunda dose da vacina, mas foram apanhadas pelas autoridades.

O caso, no mínimo insólito, foi conhecido esta quinta-feira, quando o responsável pelo Departamento de Saúde local confirmou que as duas mulheres, de 34 e 44 anos, chegaram ao local de vacinação devidamente "mascaradas" com gorros, luvas e óculos.

Apesar de apresentarem um documento válido que comprovava a toma da primeira dose, as duas mulheres não tiveram a mesma sorte desta vez, já que foram detetados problemas nos respetivos documentos de identificação (a idade utilizada para obterem a primeira dose não correspondia à data registada nos cartões de identidade).

Em conferência de imprensa, os responsáveis locais pelo processo de vacinação explicaram que não sabem como é que as duas mulheres conseguiram passar despercebidas durante a primeira toma da vacina ou se utilizaram a mesma "técnica".

"Atualmente, este é o bem mais precioso que temos e, por isso, temos de ter muito cuidado com as quantidades que nos são providenciados", acrescentou o diretor do Departamento de Saúde local, Raul Pino.

Na Florida, adultos com mais de 65 anos, residentes em lares de idosos e respetivos funcionários e profissionais de saúde fazem parte da lista de prioritários no plano de vacinação, que tem registado alguns atrasos devido às fortes tempestades de inverno que se fazem sentir e que já deixaram milhões sem eletricidade.

Mais Notícias