21 julho 2021
14:31
Redação

Gisela João: "hoje vesti-me de preto a lembrar a malta deste meio, esse meio artístico onde circulo meia perdida"

Facebook Oficial Gisela João
A cantora usou as redes sociais para desabar sobre a situação atual dos profissionais da cultura.

Gisela João usou ontem as redes sociais para fazer um desabafo sobre as dificuldades que o meio artístico está atravessar na sequência das paragens forçadas pelo combate à Covid-19. "Tenho chorado muito. Dá-me vontade de chorar por tudo. Cansada. Exausta", começou por escrever a cantora.

"Eu sou uma privilegiada, sei bem, mas... Este mas... Cansada de não saber do amanhã. Cansada de ter de tomar decisões a toda a hora. Cansada de ser adulta. Cansada de ser consciente. Sinto-me velha. Esgotada. Fiquei doente, colada na cama. Fui pôr batom para arrebitar. Não durmo bem há uns tempos. Tenho ciúmes de quem dorme bem. Tenho a ideia que, quem dorme bem não tem problemas na cuca. Já a minha cuca está sempre encucada. E eu vou rindo. Rindo por fora, chorando por dentro. É sempre assim, não é? Está sempre tudo fixe", continuou a escrever a dona de 'Louca'. 

"Uma amiga, que trabalha no meio, outro dia dizia: 'Estou cansada, exausta, cansada de tentar e perceber que é tão fácil mandarem-nos à merda' (a quem trabalha no sector cultural, do espectáculo, dos bailes ou lá como lhe queiram chamar que eu própria já questiono o nosso papel aqui. A mim também me apetece mandar à merda muita coisa, não posso. Por outro lado, apetece-me beijar o público todo que esse não nos larga, não se esquece de nós. Hoje vesti-me de preto a lembrar a malta deste meio, esse meio artístico onde circulo meia perdida e onde ultimamente me sinto fantoche", completou a fadista.
 


 

No passado mês de abril, a fadista Gisela João fez a estreia como autora no álbum que "Aurora", no qual assumiu a coprodução com Nic Hard e Michael League. 'Já Não Choro Por' é o segundo single do novo disco, canção lançada depois de 'Louca'.

O tema tem letra e música da autoria de Jorge Cruz e arranjos de Michael League, o produtor do disco.
 

 

Mais Notícias