31 agosto 2021
12:14
Redação

Prova de ciclismo condiciona circulação em Vila Franca de Xira

Photo PODIUM / Paulo maria
No próximo sábado, a terceira etapa da Volta a Portugal Feminina em bicicleta, vai obrigar ao corte do trânsito em algumas vias.

Devido à 1ª Volta a Portugal Feminina - 3.ª Etapa, o trânsito vai estar condicionado no dia 04 de setembro, dentro da freguesia de Vila Franca de Xira, informou o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, através da Divisão Policial de Vila Franca de Xira.

"Para a realização da etapa, contrarrelógio individual, a Federação Portuguesa de Ciclismo definiu um percurso por várias artérias da cidade (partida e chegada na Rua Alves Redol), bem como Estradas Municipais e Nacionais", dá conta a PSP na nota de imprensa.

O corte de circulação será total no sábado entre as 13h00 e as 16h00. Em relação ao atravessamento da cidade (via EN 10), a PSP informa que "será implementada a circulação rodoviária em ambos os sentidos nas artérias que integram a linha de circulação sentido Norte (Largo 5 de Outubro, Rua 1.º de Dezembro, Rua Serpa Pinto, Rua do Curado; Rua Joaquim Pedro Monteiro e Rua do Telhal), possibilitando-se o acesso ao IC 2 (Av. Barranco de Cegos) e à Ponte Marechal Carmona".

De acordo com a Divisão da PSP de Vila Franca de Xira, "a circulação em duplo sentido nestas vias será implementada a partir das 08h00 do dia 4 de setembro, com vista a desviar o trânsito da Rua Alves Redol e possibilitar a instalação de equipamentos para a realização da prova (Rampa de saída, Pórticos e Barreiras de Segurança)".

O estacionamento também será proibido nessas ruas (todos os lugares marcados na faixa de rodagem, excetuando-se os lugares que existem, regra em espinha, fora da via). A proibição de estacionamento e remoção de viaturas terá início a partir das 16h00 de sexta-feira, dia 03 de Setembro.

Os condicionamentos de circulação vão estender-se ao restante percurso da etapa: partida na Rua Alves Redol, Ruas António Lúcio Batista e António Sérgio, Estrada do Monte Gordo, onde a prova virará à esquerda e percorrerá toda a Estrada do Farrobo, Estrada do Casal da Coxa, até ao entroncamento com a EN 248, onde virará à esquerda em direção à cidade, percorrendo toda a extensão da EN 248, Ruas General Humberto Delgado, Prof. Reynaldo dos Santos, Dr. Jacinto Nunes, virando à esquerda para a Rua Alves Redol onde está situada a Meta (junto ao Largo da Câmara).

Na nota de imprensa da Polícia de Segurança Pública são referidas as seguintes vias alternativas: o atravessamento da cidade pelas vias com duplo sentido implementado e a A1- Autoestrada do Norte.

A EN 248-3 em direção a Alhandra (no entroncamento junto à Arruda dos Vinhos ou pela localidade de Cotovios). Para o trânsito proveniente da Loja Nova via EM 524, a ligação para a localidade das Cachoeiras e o CM 1240 (Badalinho) até à EN 248 e aos residentes em À-dos- Bispos, a PSP sugere a utilização da Estrada da Mata ou Estrada da Serra.

Já para o dia 05 de setembro, domingo, na sequência da etapa final da prova, a PSP alerta para os constrangimentos para quem pretende circular na EN 10, "uma vez que a 4.ª Etapa, que liga a cidade das Caldas da Rainha a Lisboa, irá atravessar o município de Vila Franca de Xira, desde a EN 248-3 (Alhandra) e toda a EN 10 até à Póvoa de Santa Iria".

Os cortes à circulação "serão momentâneos para possibilitar a passagem da caravana, estando estes constrangimentos previstos para o período compreendido entre as 15h00 e as 16h00". Toda a etapa será acompanhada pela PSP que " tudo fará para minorar as perturbações à normal circulação rodoviária nas vias", adianta ainda a nota enviada às redações.