01 setembro 2021
07:55
Agência Lusa

IP investe 370 mil euros na requalificação da ponte internacional de Monção

IP
A intervenção na ponte internacional de Monção sobre o rio Minho, localizada na linha fronteiriça entre Portugal e Espanha, deverá ficar concluída em fevereiro de 2022.

A Infraestruturas de Portugal (IP) consignou, por 370 mil euros, a reabilitação estrutural dos pilares e travessas da ponte internacional que liga Monção, no Alto Minho, a Salvaterra do Miño, na Galiza informou hoje fonte da empresa.

De acordo com a mesma fonte, a intervenção na ponte sobre o rio Minho que há 26 anos liga os dois municípios unidos numa eurocidade, que agora se iniciou tem um prazo de execução de 180 dias, estimando-se a sua conclusão em fevereiro de 2022.

De acordo com informação que consta do sítio oficial da IP na Internet, hoje consultado pela Lusa, "a empreitada inclui a instalação de um sistema de monitorização da durabilidade estrutural da ponte".

A ponte internacional Monção - Salvaterra de Miño, batizada com os nomes dos poetas João Verde e Amador Saavedra, foi inaugurada no dia 29 de março de 1995.

A intervenção "tem como objetivo a reparação localizada nas travessas e pilares da ponte, reforçando os níveis de desempenho da infraestrutura".

Entre outras intervenções, está prevista "a limpeza com jatos de água a alta pressão de todas as superfícies expostas dos pilares e travessas, e a reparação localizada das zonas que apresentam sinais de corrosão das armaduras".

Os trabalhos preveem ainda "a selagem e injeção de fissuras, revestimento das superfícies expostas com um inibidor de corrosão, confinamento de todo o comprimento do fuste dos pilares e travessas dos pilares, com um sistema de tecidos armados com fibras de carbono e impregnação com uma resina epóxida modificada e pintura de todas as superfícies expostas".

A IP procedeu à consignação da obra na última quarta-feira, sendo que "o projeto de execução foi elaborado pela firma Armando Rito, Engenharia. S.A., tendo o mesmo sido aprovado pela Junta da Galiza e IP, em outubro de 2020".

A ponte internacional de Monção sobre o rio Minho, localizada na Estrada Nacional (EN) 101, foi construída entre 1992 e 1994 e está localizada na linha fronteiriça entre Portugal e Espanha.

Por se tratar de uma travessia, "de interesse comum para serviço rodoviário e pedonal, as decisões relativas à sua gestão e manutenção são objeto de discussão e decisão no seio de uma Comissão Técnica Mista criada para o efeito, composta por elementos de ambos os países, no caso concreto por elementos da IP e por elementos da Junta de Galiza - Agência Galega de Infraestruturas".

"Foi no âmbito das competências da Comissão Técnica Mista Luso-Espanhola de pontes que a 27 de outubro de 2010, em Lisboa, que se decidiu a atribuição da conservação da ponte internacional sobre o rio Minho entre Monção (EN101) e Salvaterra do Minho (PO-510) a Portugal", lê-se na publicação.

No distrito de Viana do Castelo, além daquela ponte, há mais quatro travessias sobre o rio Minho a ligar aquela eurorregião.

Duas travessias internacionais ligam a Valença a Tui, outra assegura a passagem entre Melgaço e Arbo e, mais uma, entre Vila Nova de Cerveira e Tomiño.

Caminha é único concelho do vale do Minho que depende do transporte fluvial para garantir a ligação regular à Galiza.