04 outubro 2021
10:50
Pedro Andrade

A "esperança" dá o mote para mais uma edição do FEST - Festival de Novos Realizadores

DR
O festival deixou-se inspirar pela pandemia e pelo confinamento, sem nunca esquecer um olhar positivo para o futuro.

Começa esta segunda-feira a décima sétima edição do FEST - Festival de Novos Realizadores sob o mote da "Esperança". Inspirado pelo último ano e meio, o festival traz várias propostas inspiradas pela pandemia e pelo confinamento.

Fernando Vasquez, da organização, lembra que são "temas do momento" que nos devem "permitir olhar para o futuro de forma mais positiva".

 

 

A secção "Grande Prémio Nacional" continua a ser a competição principal e, este ano, a organização apostou numa seleção "mais alargada e eclética".

 

 

O festival passa por Espinho, Porto e Lisboa. No regresso "à quase normalidade", o FEST aproveita para fazer uma retrospetiva sobre a obra da cineasta catalã Isabel Coixet, com destaque para filmes como "A vida secreta das Palavras" ou "Elegia".

 

 

O Fest conta, como habitualmente, com uma programação dedicada aos mais jovens.

Toda a programação pode ser consultada em www.fest.pt

Mais Notícias