15 outubro 2021
17:45
Redação

Norah Jones e Beatles nos lançamentos da semana

DR
Passagem de revista às edições desta sexta-feira, incluindo compilações e reedições.

Norah Jones entrega-se pela primeira vez na sua vida a um álbum da época festiva. "I Dream of Christmas" é a sua forma muito pessoal e charmosa de fazer um disco natalício, onde junta algumas composições suas a algumas versões de clássicos, como 'White Christmas' (de Irving Berlin) ou 'Blue Christmas' (que Elvis Presley popularizou).

 

Apesar do tempo soalheiro, já se sentem os enfeites natalícios nas lojas e nas ruas... e também no mercado discográfico. Também a norte-americana Kelly Clarkson edita nesta sexta-feira um álbum natalício, "When Christmas Comes Around...", onde, entre outros temas, dá um tratamento jazzístico a 'Last Christmas' dos Wham.

 

Está desde esta sexta-feira ao alcance do público o nono álbum dos Coldplay, "Music of the Spheres". A banda britânica aproveita a sua escala galática quase ao nível dos U2 para atrair para o seu novo disco celebridades musicais jovens como os sul-coreanos BTS ou Selena Gomez. O conceito de sustentabilidade de Music of the Spheres vai ser transposto para palco, quando em 2022 cumprirem uma digressão mundial de estádios e outros grandes recintos.

 

Finneas, que tem sido o grande apoio musical da sua irmã Billie Eilish, vinca a partir de hoje o seu nome individual com o álbum de estreia a solo "Optimist". O compositor assume o mesmo papel de desconstrução pop com Billie Eilish, mas é a sua voz passa para primeiro plano.

 

João Só lança hoje o seu quinto álbum, "Nada é Pequeno no Amor", onde volta a fazer tudo, da composição à interpretação e à produção. O álbum tem dez faixas, incluindo 'Olha para Mim' (que pode ser ouvido no vídeo em baixo). João Só vai poder apresentar ao vivo a nova colheita de canções nos concertos no Teatro Maria Matos, em Lisboa, a 24 de novembro, e na Casa da Música, no Porto, a 1 de dezembro.

 

Três anos depois de "The Atlas Underground", o guitarrista Tom Morello (que foi militando nos Rage Against the Machine) põe cá fora outro álbum de colaborações, "The Atlas Underground Fire", no qual desta vez conta com os préstimos de Grandson, Damian Marley ou Chris Stapleton, entre outros. A faixa mais mediática é sem dúvida a versão de 'Highway To Hell' dos AC/DC, onde as vozes de Bruce Springsteen e de Eddie Vedder (dos Pearl Jam) se juntam.  

 

Rodrigo Leão volta à instrospeção onde reencontra um imenso mundo em "A Estranha Beleza da Vida". Participam neste disco gente de várias origens geográficas, como o norte-americano Kurt Wagner (dos Lambchop), a canadiana Michelle Gurevich, a espanhola Martirio ou a portuguesa Surma. Rodrigo foi ladeado pelos instrumentistas Pedro Oliveira (seu companheiro nos Sétima Legião), João Eleutério, Pedro Moreira e Carlos Tony Gomes, para um disco que ganha a forma de um globo. 

 

A artista norte-americana Xenia Rubinos envolve a sua parentalidade musical (filha de pai cubano e mãe porto-riquenha), com rumbas e danzas, no universo da eletrónica. É assim o seu terceiro álbum, o bastante curioso "Una Rosa", que está disponível nas várias plataformas digitais a partir de hoje.

 

Hoje saem também novos discos de Santana, "Blessings and Miracles", de Pedro de Tróia, "Tinha de Ser Assim", do rapper Young Thug, "Punk", de Hayden Thorpe (que se destacou nos Wild Beasts), "Moondust for My Diamond", e do lendário Dean Wareham (ex-líder dos Galaxie 500 e dos Luna), "I Have Nothing to Say to the Mayor of L.A."

 

A mais de um mês da estreia da série documental "The Beatles: Get Back" na Disney +, vai ser reeditado o último álbum dos Beatles, "Let It Be", em vários formatos (digital, CD e vinil) e em várias dimensões (da convencional à deluxe e super deluxe). O disco é afamado pela balada ao piano que dá o título ao álbum, 'Let It Be', o profundo "Across the Universe" ou o mais arrebatado "Get Back".

 

Há ainda a registar nesta sexta-feira a reedição do álbum de Cyndi Lauper, "True Colors" (a edição comemorativa dos 35 anos), a compilação dos Charlatans, "A Head Full of Ideas" ou a caixa bem robusta dos Judas Priest, "50 Heavy Metal Years of Music".


 

Mais Notícias