31 outubro 2021
18:27
Redação / Agência Lusa

Marcelo pede urgência para alcançar acordo coletivo e global sobre o clima

LUSA
O Presidente da República realça este momento decisivo para o futuro da Humanidade

O Presidente da República defendeu hoje a "urgência em alcançar um acordo coletivo e global" no que diz respeito às alterações climáticas, considerando que um entendimento sobre o aumento da temperatura em 1,5 graus ainda é possível.

"No dia de arranque da Conferência do Clima das Nações Unidas - COP26, em Glasgow, que reúne líderes e representantes de todo o mundo, o Presidente da República realça este momento decisivo para o futuro da Humanidade, na preservação de um Clima Estável, reforçando a urgência em alcançar um acordo coletivo e global, que permita reduzir para metade as emissões até 2030 e atingir a neutralidade carbónica até 2050, em simultâneo com a redução da desflorestação e da destruição da biodiversidade, e com a aposta na reflorestação e preservação dos oceanos", lê-se numa mensagem colocada na página da Presidência da República.

"O desafio para conter o aumento da temperatura média do planeta em 1,5ºC, até 2100, é grande, exigente, mas possível, através da assunção de compromissos ambiciosos por parte dos líderes políticos e de uma real cooperação multilateral, mas sobretudo, com o envolvimento de todos, de cada indivíduo, comunidade, empresa ou organização, região ou país", acrescenta-se na nota disponível no site.


 

Mais Notícias