25 novembro 2021
15:24
Agência Lusa

Adeptos do Dortmund detidos em Lisboa por desacatos foram libertados

Foram notificados para comparecer em tribunal em 09 de dezembro.

Os sete adeptos do Borussia Dortmund detidos na terça-feira à noite em Lisboa, na sequência de desacatos ocorridos no Bairro Alto, foram libertados e notificados para comparecer em tribunal em 09 de dezembro, disse hoje à Lusa fonte da PSP.

Na sequência da intervenção da PSP para travar os desacatos naquela zona de diversão noturna, dois polícias sofreram ferimentos ligeiros e sete adeptos foram detidos.

Na quarta-feira, uma fonte do Cometlis tinha também relatado à Lusa que os desacatos tinham começado às 23h40 de terça-feira na Rua da Atalaia, tendo “50 adeptos do clube alemão Borussia Dortmund começado a arremessar vários objetos, entre cadeiras, mesas”.

A mesma fonte referiu que ocorreram também confrontos perto do Pavilhão João Rocha, em Lisboa, após um jogo de andebol entre o Sporting e o AEK Atenas, na terça-feira.

“Trinta pessoas envolveram-se em confrontos após o jogo. Seis adeptos ficaram feridos, sendo que, destes, cinco foram assistidos no local e um foi transportado ao hospital”, disse.

Após os desacatos, questionado pela Lusa, o presidente da Associação de Moradores do Bairro Alto, Luís Paisana, voltou a pedir mais fiscalização e policiamento na zona.

O presidente da Associação de Comerciantes do Bairro Alto, Hilário Castro, voltou a pedir "um plano específico de policiamento para o bairro", apesar de os desacatos terem diminuído com a reabertura das discotecas e "a normalização da noite".

"A situação está bastante melhor, tem vindo a melhorar e a corrigir. Agora, há um problema que ainda não foi resolvido que é a falta de policiamento e que há muito reclamamos", disse.

Os adeptos do Borussia Dortmund encontravam-se em Lisboa para assistir a um jogo da Liga dos Campeões com o Sporting, realizado na quarta-feira.

Mais Notícias