27 novembro 2021
18:44
Redação / Agência Lusa

Pretória refuta que nova variante na Europa tenha origem na África do Sul

ANDREA FASANI / EPA
Governo sul-africano garante que a nova variante seja oriunda no país.

O Governo sul-africano refutou hoje as alegações de que a nova variante do coronavírus que provoca a covid-19, detetada em Estados membros da União Europeia, seja oriunda da África do Sul.

“Também observamos que foram detetadas novas variantes em outros países. Cada um desses casos não teve ligações recentes com a África Austral”, referiu a ministra das Relações Internacionais e Cooperação Naledi Pandor, em comunicado que a Lusa teve acesso.

“É importante notar que a reação para com esses países é totalmente diferente da reação para com os casos na África Austral”, adiantou.

A chefe da diplomacia sul-africana considerou também que a “avalanche” de suspensões nas ligações internacionais impostas contra o país nas últimas 24 horas, nomeadamente pelos 27 Estados-membros da UE, serviu de “castigo” a Pretória por divulgar e partilhar publicamente a recente descoberta científica sobre a Ómicron, a nova variante do vírus que provoca a covid-19, também detetada na África do Sul.

“É o equivalente a castigar a África do Sul pelo seu sequenciamento genómico avançado e a capacidade de detetar novas variantes muito mais rapidamente”, salientou Naledi Pandor.

Mais Notícias