Ouça a Smooth FM nas nossas Apps
24 dezembro 2021
11:54
Redação

Nirvana reagem às acusações Spencer Elden, o bebé da capa de "Nevermind"

Capa Nevermind
"O Elden passou três décadas a lucrar com a fama de ser o bebé do Nevermind", dizem os representantes legais da banda norte-americana.

 
Os Nirvana reagiram oficialmente às acusações de Spencer Elden, o bebé que aparece na capa do disco "Nevermind" (de 1991). Elden, atualmente com 30 anos, interpôs um processo contra a banda por exploração sexual e pornografia infantil, precisamente, por ter aparecido nu na imagem do famoso disco. 

Em comunicado, citado pela Billboard, os representantes legais do coletivo de Seattle desvalorizaram as acusações, sublinhando que  estas "não são sérias" e que, ao longo de três décadas, Elden não só lucrou com a imagem e como se auto-intitulou de 'bebé Nirvana".
 
Segundo avançou em agosto o The Guardian, a queixa de Elden terá dado entrada num tribunal da Califórnia, Estados Unidos. Spencer Elden, que tinha quatro meses na altura do lançamento do disco, alega que, ao longo da vida, tem sofrido danos emocionais por ter aparecido nu na capa do disco. Robert Y. Lewis, o advogado de Elden, acrescenta que a inclusão da nota na imagem faz parecer que o bebé é um "trabalhador sexual". O queixoso pede uma indemnização e quer ver o caso em tribunal.
 
Em 2016, Elden participou numa recriação da capa feita pelo New York Post para a celebração dos 25 anos do álbum, o que já tinha acontecido para um artigo da Rolling Stone, quando Spencer tinha 10 anos, e na celebração do 20º aniversário do disco.

Quando participou na recriação da capa em 2016, Elden disse: "é porreiro mas, ao mesmo tempo, é estranho fazer parte de algo tão importante que nem me lembro. Ainda por essa altura, Spencer acrescentou numa entrevista: "Recentemente, estive a pensar. E se não estiver bem por mostrar o meu pénis a toda a gente? Não tive escolha".

Mais Notícias