17 janeiro 2022
17:41
Redação

Joana Alegre leva "Centro" a Monção e ao Porto em fevereiro

Cortesia Bairro do Amor
A cantora atua a 4 de fevereiro no Cine-Teatro João Verde, em Monção, e a 5 de fevereiro no Auditório CCOP, no Porto.

Depois da apresentação de "Centro" (o disco mais recente da cantora) no Centro Cultural Olga Cadaval, em Sintra, Joana Alegre vai subir ao palco do Cine-Teatro João Verde, em Monção, a 4 de fevereiro, e ao do Auditório CCOP, no Porto, a 5 de fevereiro. Mais duas oportunidades para o público conhecer o segundo disco da cantora portuguesa, álbum, totalmente em português, que "navega ao longo de 12 temas por sonoridades que exploram o conjunto de raízes e novas ramificações que traduzem a artista que Joana Alegre é agora", refere o comunicado que chegou à redação.

Nas palavras da cantora:

No princípio de tudo imaginamos um 'Centro', pressentimos esse magnetismo de algo que nos une a todos: o núcleo da Terra onde ferve o magma, o âmago de uma flor, o Sol, a essência e memória do que somos na espiral do nosso ADN, o presente no centro do tempo, entre o passado e o futuro. Tudo tem um centro, de origem e retorno, ou simplesmente de só poder ser e estar. Neste disco a música faz-se de encontro, numa viagem ao Centro, um centro que floresce e onde se renasce nesse espaço-tempo e lugar onde podemos habitar o que somos, plenamente livres e em paz. É um álbum de encontro e afirmação, e também de cura. Cada canção, sempre escrita em português, alude a um processo natural de cicatrização e pretende mostrar-nos como somos, com toda a serenidade e certeza, e em paz com todas as nossas imperfeições.

Joana Alegre partilhou três singles do novo disco que lançou em outubro: 'Joana do Mar' (tema que deu a conhecer no Festival da Canção 2021, onde participou como autora e intérprete),  'Caçula' (lançado em maio de 2021) e 'Canção do Instante' - dueto entre Joana Alegre (autora da canção e letra) e Luísa Sobral (produtora do disco).

 

Mais Notícias