Ouça a Smooth FM em qualquer lado.
Faça o download da App.
02 fevereiro 2022
19:31
Redação / Agência Lusa

Brasil regista desflorestação recorde na Amazónia em janeiro

EPA
A desflorestação na Amazónia brasileira atingiu quase 360 quilómetros quadrados nas três primeiras semanas do ano.

A desflorestação na Amazónia brasileira atingiu quase 360 quilómetros quadrados nas três primeiras semanas do ano, batendo o recorde para meses de janeiro, segundo informações oficiais divulgadas hoje pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

Os dados disponíveis no site do INPE dizem respeito ao período de 01 a 21 de janeiro, mas a área destruída já foi a maior desde que essas informações recolhidas por satélites começaram a ser divulgadas em 2015.

Em 2021, a destruição da floresta amazónica no Brasil foi de 83 quilómetros quadrados durante todo o mês de janeiro, quatro vezes menos do que nos primeiros 21 dias deste ano.

“Ter um número tão alto em janeiro, no auge da estação chuvosa, quando o desflorestamento costuma ser menos significativo é extremamente preocupante”, disse à agência de notícias AFP Claudio Angelo, membro do coletivo de organizações não-governamentais Observatório do Clima.

"Temos que esperar os próximos meses para ver qual será a tendência para este ano, mas já é um sinal muito ruim", acrescentou.

Em novembro, o INPE já havia anunciado que a desflorestação na parte brasileira da maior floresta tropical do mundo tinha ultrapassado 13.235 quilómetros quadrados no período de referência de agosto de 2020 a julho de 2021, algo inédito em 15 anos.

Foi o terceiro aumento consecutivo nesse período desde a ascensão ao poder do Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, alvo de críticas internacionais por ter enfraquecido a monitorização do ecossistema amazónico e incentivado atividades de mineração ou agricultura em áreas protegidas.

O Observatório do Clima revelou na terça-feira que o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), principal órgão de monitoramento ambiental do Brasil, gastou apenas 41% do orçamento destinado ao controlo do desflorestamento em 2021.

A Amazónia é a maior floresta tropical do mundo e possui a maior biodiversidade registada numa área do planeta, com cerca de 5,5 milhões de quilómetros quadrados e inclui territórios do Brasil, Peru, Colômbia, Venezuela, Equador, Bolívia, Guiana, Suriname e Guiana Francesa (pertencente à França).

 

Mais Notícias