Ouça a Smooth FM em qualquer lado.
Faça o download da App.
29 setembro 2022
12:32
Redação

Rio Ave não deu seguimento às queixas de assédio a pedido das atletas

Engin Akyurt por Pixabay
Clube de Vila de Conde reage em comunicado aos alegados casos de assédio sexual na equipa de futebol feminino.

O Rio Ave confirma que teve conhecimento de "alegadas abordagens despropositadas do treinador" Miguel Afonso, mas não deu seguimento às queixas a pedido das jogadoras da equipa de futebol feminino.

Em comunicado, o clube vila-condense adianta que o técnico negou todas as queixas, quando confrontado com o assunto.

Ao longo da temporada, adianta o Rio Ave, não foi realizada qualquer queixa formal e oficial de nenhuma atleta junto das autoridades.

O clube vila-condense sublinha que "sempre foi intransigente com determinados valores, dos quais não abdica, como a igualdade de géneros e de tratamento, respeito, cidadania e ética profissional e humana, não se revendo em nenhuma situação que alegadamente se enquadra no tema tratado pela notícia", divulgada hoje pelo jornal Público.

No final do comunicado, o clube assegura que "estará sempre completamente disponível e colaborante com os organismos competentes para o total e cabal apuramento da verdade".

Mais Notícias