Ouça a Smooth FM em qualquer lado.
Faça o download da App.
25 novembro 2022
15:11
Redação

Novo disco de Luca Argel chama-se "Sabina" e sai em fevereiro

Vera Marmelo
"O novo álbum combina sonoridades afro-brasileiras eletrificadas, que piscam olhos ao rock, ao funk e, é claro, ao samba", diz o comunicado que chegou à redação.

O músico e compositor Luca Argel anunciou um novo disco com lançamento marcado para o dia 22 de fevereiro. "Sabina" - assim se chama o novo registo - chega dois anos depois do lançamento de "Samba de Guerrilha".  

No novo álbum, o músico e compositor "recupera e homenageia a história e o mito de uma quitandeira que foi símbolo da persistência do racismo após a abolição da escravatura e exemplo da solidariedade de rua que historicamente o enfrentou", conta o comunicado que descreve o novo trabalho. "Um álbum que nasce da encruzilhada onde o mito e a história se encontram, resgatando o passado como projeção de todas as lutas do presente. 'Sabina' relembra a história de uma quintandeira de cuja vida se sabe pouco mais além do que aconteceu num espaço de poucos dias, quando subitamente se tornou um símbolo político para depois desaparecer e voltar como lenda.

Se em 'Samba de Guerrilha' Luca resgata a história política do samba, dos seus protagonistas e do papel preponderante que desempenharam na luta contra a escravatura, o racismo, a pobreza e a ditadura militar, em 'Sabina' o foco é dirigido ao "corpo encantado das ruas" e aos atores e atrizes da vida quotidiana onde a história se desenrola, constrói e disputa para lá das narrativas oficiais", acrescenta a nota enviada à imprensa.
 
"Sabina" vai ser editado nos formatos vinil, CD e nas plataformas digitais. O disco terá uma banda desenhada a acompanhá-lo.

O trabalho de Luca Argel vai ser apresentado ao vivo no dia 23 de março de 2023 no b.Leza, em Lisboa, e no dia 26 de março no Novo Ático, na cidade do Porto.


 

Mais Notícias