Ouça a Smooth FM em qualquer lado.
Faça o download da App.
02 dezembro 2022
10:59
Agência Lusa

"Os Demónios do meu Avô" nomeado para os Goya

DR
Coprodução portuguesa, de Nuno Beato, concorre na categoria de Melhor Filme de Animação dos prémios espanhóis de cinema.

A coprodução portuguesa "Os Demónios do meu Avô", de Nuno Beato, foi nomeada na categoria de Melhor Filme de Animação dos prémios espanhóis de cinema Goya, anunciou a academia na quinta-feira.

O filme vai competir com "Black is Beltza II: Ainhoa", de Fermin Muguruza, "Inspector Sun y la maldición de la viuda negra", de Julio Soto Gúrpide, "Tadeo Jones 3. La tabla esmeralda", de Enrique Gato, e "Unicorn Wars", de Alberto Vázquez.

Estreado no festival francês de Annecy, a longa-metragem "Os demónios do meu avô" conta a história de uma mulher que ruma à aldeia do avô para se reencontrar com o passado familiar.

A história, escrita por Possidónio Cachapa e Cristina Pinheiro a partir de uma ideia de Nuno Beato, decorre numa aldeia imaginária em Vale do Sarronco, povoada de humanos, animais e seres fantásticos inspirados no universo da ceramista Rosa Ramalho.

O filme, apoiado pelo Instituto do Cinema e Audiovisual, é em 'stop-motion' com animação de volumes e em animação 2D, produzido pela Sardinha em Lata e tem coprodução com França e Espanha.

O filme fala sobre "a forma como nos relacionamos com o outro e o que é que o dia-a-dia, o trabalho, o 'stress', nos tira em relação a isso. Neste caso a relação é entre Rosa e o avô. [...] O filme começa no momento em que Rosa tem a notícia de que o avô morreu. Para pensar e tem necessidade de voltar à aldeia, voltar à terra, daí este lado todo de barro da estética", explicou Nuno Beato à agência Lusa aquando da produção.

A 37.ª cerimónia dos prémios Goya vai acontecer no dia 11 de fevereiro de 2023, em Sevilha. 

Mais Notícias