AUTOR

Redação

Jean-Michel Jarre cria álbum infinito

today 08 de novembro de 2019

O artista francês Jean-Michel Jarre concebeu uma música cuja vida que pode durar mais que a do seu criador. Essa música é a aplicação de iPhone, EoN, que abre das mais diversas formas, com diferentes arranjos, a partir de um total de sete horas de música tocada e gravada em estúdio, e foi apresentada na Web Summit, em Lisboa.

Sempre que se liga a aplicação, a música desenvolve-se sempre de forma diferente, como outros acordes, outras batidas e outras melodias. 

Jean-Michel Jarre fez este trabalho com o apoio da Sony Computer Science Laboratories Inc. A engenharia de som e algoritmos esteve a cargo da Bleass. 

Brian Eno já tinha desenvolvido uma aplicação de conceção similar há 11 anos, a Bloom. O jogo de PlayStation No Man's Sky tem uma banda sonora mutante, à base de 30 horas de samples gravados pela banda inglesa 65daysofstatic.

Mas Jean-Michel Jarre, em declarações à BBC, reclama como diferenciadora a sua app, pelo facto de se iniciar de forma completamente imprevisível, tanto com uma batida de techno, como com um arranjo de cordas.

Jean-Michel Jarre, hoje com 71 anos, é dos músicos de eletrónica mais bem sucedidos de sempre, com mais 80 milhões de cópias de discos vendidas em todo o mundo e tem o recorde da maior assistência de sempre para um espetáculo de música, graças a um espetáculo em Moscovo em 1997 que atraiu três milhões e meio de pessoas.


 

Notícias Relacionadas