DELWP GIPPSLAND / EPA

AUTOR

Redação

Austrália: Fumo dos incêndios vai dar a volta ao mundo

today 14 de janeiro de 2020

A NASA anunciou que o fumo causado pelos incêndios na Austrália vai percorrer o mundo. A agência espacial recorreu à rota de satélites para as conclusões da análise. O estudo, iniciado em dezembro, teve por base o fumo e os aerossóis provenientes dos fogos que já duram desde o final de julho.

 


A equipa de investigação conseguiu apurar que o fumo já atravessou "metade da Terra" e tem afetado a qualidade do ar em diversos países. Na Nova Zelândia a atmosfera foi nitidamente afetada, escurecendo a neve dos glaciares Fox e Franz Josef. A 8 de janeiro já tinha atravessado a América do Sul causando uma nebulosidade anormal no céu e amanheceres e entardeceres coloridos.
 

 


Os incêndios não só estão a causar um impacto devastador localmente, como as altas temperaturas e a seca histórica têm afetado o país. Além disso, o fogo tem propiciado a formação de tempestades induzidas pelas chamas (denominadas PyroCb). Estas condições têm conduzido o fumo até à estratosfera a mais de 16km de altitude. Quando o ar danificado chega a esta camada pode viajar milhares de quilómetros, passando assim por todo o mundo.

 


Até ao momento, pelo menos 28 pessoas morreram nos incêndios da Austrália e só no estado de New South Wales já foram devastadas mais de 3 mil habitações.