25 janeiro, 2022
0 mins
Que Coisa São As Tardes?

FALTAM POETAS

O que não falta para aí são autores de poesia. Escritores frenéticos, sedentos, cheios de vontade, inquietos por uma página em branco. Atropelam-se pela crítica, desejam os seus demorados versos nas estantes dos alunos e daqueles que ainda se dão ao trabalho de arrumar uma biblioteca. Todos os dias nascem autores de poesia. Mostram os seus manuscritos, anseiam a luz das escrivaninhas, pedem feedback, despejam tudo o que sabem. 

Faltam poetas. Aqueles que na maior parte das vezes não escrevem. Os que nada sabem e confessam-no. Os iluminados por acidente, aqueles que olham, que esperam, que fogem para dentro. Os que fazem do silêncio a mais atroz das rotinas. Os meticulosos arrumadores de dúvidas, aqueles que habitam uma dor já acautelada. Que olham para a folha como uma doença e despejam palavras como sua condição. 

Autores de poesia são aqueles se querem ouvir em voz alta. Que dancam entre as sílabas e se põe em sentido ao ver passar o livro. Poetas são simplesmente os que não queriam sê-lo.