Sofia Morais

Conforto, é uma das palavras que me ocorre quando penso em Rádio.

É o que sinto enquanto ouvinte e é também o que sinto diariamente há 36 anos, quando entro no estúdio, olho para o microfone e para a mesa com todos os seus botões.

Conforto, mas também cumplicidade. Cumplicidade, quando preparo a escolha de algumas canções, quando penso nas palavras a dizer. Cumplicidade com quem eu sinto que está presente e não é visível. A Rádio não se vê, mas sente-se!

Não podia estar mais agradecida!

Vozes
Bastidores