26 julho 2021
13:41
Redação

Pink quer pagar a multa à equipa norueguesa de andebol feminino de praia

John Salangsang (Invision/Associated Press)
Por não usarem biquíni, as andebolistas escandinavas tinham sido punidas pela Federação Europeia de Andebol.

Na sequência da multa imposta pela European Handball Federation à equipa norueguesa de andebol feminino de praia por não ter jogado de biquíni completo num dos jogos do Europeu da modalidade, a cantora Pink ofereceu-se para lhes pagar a multa de 1500 euros em solidariedade com a atitude da formação nórdica. "Estou muito orgulhosa pela equipa de andebol feminino norueguesa por contestar contra as regras muito sexistas sobre o seu uniforme. A Federação Europeia de Andebol é que devia ser multada por sexismo". 

 

O jogo em que a Noruega decidiu jogar com calções similares aos masculinos foi na disputa do 3º lugar com a equipa de Espanha, no Europeu disputado em Varna, na Bulgária, na semana passada.

A opção norueguesa de não jogar com biquíni completo como requerido pela Federação Europeia de Andebol, e que originou a controversa multa, mereceu uma onda internacional de solidariedade, incluindo de figuras de outros desportos, como a ex-tenista norte-americana Billie Jean King, muito crítica com a "sexualização das mulheres" no desporto.

  
 
 

Mais Notícias